O envelhecimento é um processo que trás uma série de modificações no corpo, como a perda de varias funções básicas: mobilidade,  equilíbrio, força, agilidade. Isso interfere na autonomia da vida diária do idoso.

De acordo com a personal trainer, Iva Bittencourt, muitas dessas alterações modificam a capacidade de locomoção do idoso, prejudicando sua velocidade, força muscular, flexibilidade e o equilíbrio. Sabemos que a idade cronológica nem sempre é igual à idade biológica, o que serve para orientar o profissional a trabalhar de forma preventiva,  de forma reabilitadora ou paliativa, com o idoso dentro da capacidade física de cada um.

O que o idoso mais precisa é ter força muscular para manter a sua qualidade de vida e autonomia. Atividade física na terceira idade pode ser usada de forma preventiva nas doenças degenerativas características do processo do envelhecimento, como os desgastes das articulações, a falta de força, equilíbrio, a redução da massa óssea e muscular. A atividade melhora a qualidade de vida dos idosos e reabilita quadros degenerativos, recuperando as funções musculares e devolvendo a autonomia do idoso.  É importante selecionar a atividades que o idoso consegue fazer.

 

Iva destaca os 10 principais benefícios da atividade física em idosos:

 

1 – Aumenta a massa óssea e fortalece os ossos e articulações e, com isso, melhora a disposição para executar as tarefas do dia a dia.

2 – Mantém e aumenta a massa muscular magra (músculos). Isso melhora a força muscular e possibilita ao idoso realizar as tarefas do dia a dia, como calçar as meias, tomar banho e até as mais pesadas: subir e descer degraus, carregar a sacola do mercado etc.

3 – Melhora o equilíbrio o que é importante para evitar e reduzir o risco de quedas.

4 – Previne a obesidade e reduz a incidência de doenças cardíacas e morte.

5 – Reduz as dores articulares e aumenta a sensação de prazer e bem-estar, além de prevenir as doenças crônico-degenerativas como a osteoporose, artrite, artrose.

6 – Reduz o diabetes tipo 2, que é quando o pâncreas produz uma quantidade insuficiente de insulina. A atividade física estimula a produção e secreção de insulina pelo pâncreas e diminui o uso de remédios.

7 – Produz dilatação das veias e artérias, melhorando a circulação do  sangue e diminuindo a sensação de peso dolorida nas pernas.

8 – Reduz a pressão arterial em repouso, evitando os riscos de AVC.

9 – Melhora a capacidade cardíaca e cardiopulmonar, aumentando a autonomia do idoso.

10 – Melhora a autoestima e aumenta o prazer de viver, a vaidade, a libido e a socialização.

 

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY